Especialista em drogas

Fabian Nacer conta porque tantos jovem caem nas drogas.

Veja a entrevista

Fabian Nacer após 22 anos de drogas

graduou-se e hoje é procurado por famílias em busca de tratamento.

Saiba mais

Confira a matéria do Jornal Nacional

Fabian morou durante seis anos na região da Cracolândia.

Veja a entrevista

Fabian Nacer é convidado de Fátima Bernardes

e fala sobre o tratamento das drogas.

Confira a entrevista
A internet está lotada de intermediadores revendendo internações ganhando comissões.
Sites bonitos que iludem e vendem promessas.
Famílias desesperadas encontram aí uma forma de resolverem o problema de forma imediata, impulsivamente e se arrependem mais tarde.
Porque aceitam isolar seus familiares em sítios, que criam um mundo fictício sem internet, sem família, sem civilização e privados de liberdade.
Ao sair da internação, dependente e família tomam um choque de realidade, pois o processo exige uma ressocialização gradualmente programada.
Ninguém muda sem poder exercer seu livre arbítrio, e assim aprender a fazer escolhas.
Por isto, sete em cada dez internados recaem segundo a Organização Mundial da Saúde.
Passei por 25 internações. Sou um dependente químico Graduado e Pós Graduação na área.
As clínicas aplicam o mesmo programa em todos os pacientes que chegam.
Não existe o programa da clínica, cada paciente tem o seu programa. O seu caminho de saída.
Meu trabalho cria com estratégia o desejo de parar de usar em quem não tem motivação para viver.
Entenda uma coisa, quem voluntariamente aceita se tratar, já deixou de ser um caso de internação.
Hospedagem Voluntária em Residência Terapêutica é o caminho do futuro.
Internação Involuntária em sítios despreparados que se transformaram em depósitos de pessoas estão com os dias contados.
Se o seu familiar não aceita ao menos dialogar, venha conversar comigo.
Vou mostrar como estrategicamente conseguimos com que ele aceite e venha para um caminho de recuperação.